Tweetar Post/Página

Frankfurt: Conceito da Toyota será rival do HR-V

© Redação / Foto: Divulgação

A CARROCERIA DO C-HR EXIBE LINHAS MUSCULOSAS

Feito sobre a mesma plataforma do Prius, o modelo será vendido a partir de 2017 e pode chegar ao Brasil

Responda rápido: Qual é a fabricante do C-HR? Se você disse Honda, saiba que esta confusão pode ser proposital, já que o conceito apresentado nesta semana pela Toyota durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha, adianta justamente o futuro concorrente do HR-V.

A previsão é que a versão definitiva do protótipo seja apresentada durante o Salão de Genebra, na Suíça, que acontece em março do ano que vem, enquanto as vendas devem começar apenas em 2017 - podendo ser oferecido inclusive no Brasil.

ESTA É A SEGUNDA APARIÇÃO DO CONCEITO, QUE JÁ FOI MOSTRADO NO ANO PASSADO


Veterano
O C-HR não é exatamente uma novidade, já que a Toyota expôs uma primeira versão do modelo no final do ano passado, durante o Salão de Paris, na França. Passado quase um ano desde a mostra francesa, o crossover - como ele é definido pela fabricante - ganhou linhas mais próximas de uma possível versão de produção, mas elementos exagerados como as rodas aro 21 e a carroceria volumosa não devem chegar às ruas.

A VERSÃO DEFINITIVA DO CROSSOVER DEVE SER APRESENTADA NO ANO QUE VEM

Desenho
Por fora, são inegáveis as referências a futuros concorrentes, como o Nissan Juke e o próprio HR-V. Apesar do porte elevado, o modelo tem elementos como capô alongado e teto com queda suave, que acentuam um visual esportivo. Enquanto na primeira versão o C-HR trazia apenas duas portas, para o Salão de Frankfurt o conceito já dispõe de quatro portas - mas apenas as dianteiras têm as maçanetas aparentes.

CRIADO PARA BRIGAR COM O HONDA HR-V, O CONCEITO TEM DESENHO AGRESSIVO

Plataforma
Sob a carroceria de crossover está a mesma plataforma modular utilizada pela nova geração do Prius. Mas esta não será a única semelhança com o modelo “ecologicamente correto”, já que o C-HR exibe na tampa do porta-malas o emblema que indica o uso de propulsão híbrida. A motorização ainda não foi revelada pela Toyota, mas o modelo deverá contar com motor elétrico e a combustão trabalhando em conjunto em alguns mercados. 

APESAR DAS QUATRO PORTAS, APENAS AS DUAS DIANTEIRAS TÊM MAÇANETAS EXPOSTAS

AS RODAS SÃO DE ARO 21

DETALHES COMO AS LANTERNAS FLUTUANTES, NÃO DEVEM CHEGAR À VERSÃO DE PRODUÇÃO

OS FARÓIS AGORA EXIBEM DESENHO INTERNO MAIS CONVENCIONAL
Compart

Por: Mundo MS Inc.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.