Tweetar Post/Página

Frankfurt: Renault Mégane surge renovado

Nova geração do hatch médio ficou maior e ganhou desenho agressivo para brigar com VW Golf e Ford Focus na Europa

© Redação / Fotos: Thiago Moreno, de Frankfurt (ALE), e Divulgação

A DIANTEIRA EXIBE LUZES DIURNAS DE LEDS QUE AVANÇAM PARA FORA DOS FARÓIS

A história do Renault Mégane no Brasil é quase uma novela, com a aposentadoria forçada do sedã em 2010, seguida pela interrupção das vendas da perua Grand Tour dois anos depois. Na Europa, porém, o modelo não apenas segue vivo, como acaba de ser renovado para brigar de igual para igual no segmento de hatches médios contra o VW Golf e o Ford Focus. 

A novidade apresentada no Salão de Frankfurt, na Alemanha, que abriu as portas ontem (15), não deverá ser oferecida no mercado brasileiro, mas o início das vendas no continente europeu está confirmado para o início do ano que vem - os preços para o Velho Continente, entretanto, não foram divulgados.

NA TRASEIRA, AS LANTERNAS QUASE SE UNEM SOBRE A TAMPA DO PORTA-MALAS

Carroceria
Comparado ao antecessor, que não chegou a ser comercializado no País, o novo Mégane é 6,4 cm mais longo, com 4,35 m de comprimento, e 2,5 cm mais baixo, com 1,44 m de altura. O hatch mede ainda 1,59 m de largura, 2,66 m de entre-eixos e comporta 434 litros no porta-malas.

Por fora, chamam a atenção os novos conjuntos ópticos, tanto o dianteiro, como o traseiro. Na frente o hatch exibe a nova identidade visual da marca, com luzes diurnas de LEDS com formato de vírgula que avançam em direção à tomada de ar do para-choque.

A grade do motor tem o mesmo formato dos lançamentos mais recentes da Renault e exibe o grande emblema da marca - que na traseira separa as novas lanternas de perfil esguio, com luzes que quase se unem na tampa do porta-malas. Na lateral, por sua vez, se destacam o vinco na base das portas e os para-lamas traseiros pronunciados.

A GRADE DO MOTOR ADOTA A NOVA IDENTIDADE VISUAL DA MARCA

Por dentro
O desenho da cabine tem linhas convencionais, com destaque para o centro do painel, que exibe uma central multimídia com tela vertical de até 8,7 polegadas - solução semelhante à adotada pelo Tesla Model S. Entre as novidades do interior, está a oferta de equipamentos como um Head-Up Display colorido, que exibe informações do painel no campo de visão do motorista e quadro de instrumentos com tela digital de sete polegadas.

NA LATERAL, DESTAQUE PARA O VINCO NA BASE DAS PORTAS E PARA OS PARA-LAMAS LARGOS NA TRASEIRA

Motorizações
De início, novo Mégane terá à disposição cinco motores. Além das opções turbodiesel 1.5 com 90 cv, 1.5 com 110 cv e 1.6 com 130 cv de potência, haverá duas opções 1.2 turbo movidas a gasolina, sendo a primeira com 100 cv e a segunda com 130 cv de potência.

A transmissão pode ser manual de seis velocidades, mas também há opção de uma caixa automatizada de dupla embreagem com seis marchas nas versões a diesel e uma caixa automatizada de dupla embreagem e sete marchas nas versões a gasolina.

A NOVIDADE FICOU MAIOR E MAIS BAIXA DO QUE A GERAÇÃO ANTERIOR 

Versão GT
Será oferecida uma versão topo de linha GT inspirada na linha Renault Sport chamada. Além do visual mais agressivo - com novas entradas de ar na dianteira e saída dupla de escape na traseira, por exemplo -, esta configuração se vale de um motor a gasolina 1.6 turbo de 205 cv de potência, transmissão automatizada de dupla embreagem com sete marchas e um sistema capaz de esterças as quatro rodas chamado 4Control.
Compart

Por: Mundo MS Inc.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.