Tweetar Post/Página

7 profissões proibidas para mulheres ao redor do mundo

ThinkStock/kaspiic
Em países como Paquistão, Butão, Congo e Suriname, mulheres casadas possuem limitações para registrar um negócio

Ana Luísa Fernandes, da Superinteressante
Karin Hueck, da Superinteressante


Um novo relatório do Banco Mundial analisou as condições de trabalho e as leis trabalhistas do planeta e concluiu: está cheio de lugar na Terra que proíbe os empregos mais simples para as mulheres.

1. Controlador de velocidade de trem

Na Rússia, as mulheres são proibidas por lei de exercerem 456 profissões. Elas não podem dirigir caminhões de agricultura e nem controlar a velocidade de vagões de trens, por exemplo. Em 2009, uma mulher entrou com um processo porque queria ser motorista assistente no metrô de São Petersburgo. Ela perdeu porque a corte considerou o argumento do Estado, o de querer "proteger" suas mulheres, era válido. 

2. Carregador de peso

Isso é coisa dos franceses. Lá, mulheres são proibidas de trabalhar carregando cargas acima de 25 kg - ou 45 kg se for com um carrinho de mão. A lei seria perfeita se a palavra "mulher" fosse trocada por "pessoa". 

3. Trabalhar com destilação de álcool

A lei argentina 11.317, de 1924 (que ainda está em vigor) fala, entre outros exemplos, que mulheres não podem trabalhar com destilação de álcool, produção de licores e que também não podem ser maquinistas. A justificativa é o cássico "estamos tentando proteger nossas mulheres". 

4. Artista

A ilha africana de Madagascar não permite que as mulheres manipulem literatura, desenhos, pôsteres, emblemas, imagens e outros objetos que possam ser considerados "imorais". Mas desde quando a arte tem de ser moral? E tem uma diferença: os homens podem produzir todo o tipo de arte que quiserem.

5. Empreendedora

Em países como Paquistão, Butão, Congo e Suriname, mulheres casadas possuem limitações para registrar um negócio. Isso obviamente limita as possbilidades de carreira - e de ganho salarial - para elas. 

6. Mecânica de máquina em atividade

Mulheres paquistanesas não podem trabalhar dentro de uma fábrica para limpar ou ajustar qualquer parte de uma máquina em movimento. 

7. Garçonete em bar

Se você for a algum bar em Dubai, nos Emirados Árabes, não espere ser atendido por uma mulher: elas não podem exercer essa função. E, se você agora está pensando que mulheres realmente não deveriam trabalhar em bares porque elas podem ser assediadas, tente olhar por um outro ângulo: não são as mulheres que devem parar de ser assediadas. São os homens que devem parar de assediar.
Compart

Por: Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.