Tweetar Post/Página

Windows 10 melhora o desempenho e custo-benefício de placas de vídeo AMD

Uma das partes mais importantes do lançamento do Windows 10, no que diz respeito a games, é o suporte ao DirectX 12, um conjunto de APIs que permite aos desenvolvedores criarem games para o sistema Windows com maior facilidade. Até agora, não existiam jogos lançados que utilizassem o DX12 (embora alguns estejam em fase de desenvolvimento), mas Ashes of the Singularity, ainda em beta, já permite que benchmarks sejam feitos com a engine interna do jogo, o que mostra como será p desempenho de um PC ao rodar um jogo que utiliza o DirectX 12.

Segundo testes realizados pelo site Ars Technica, a placa de vídeo testada da Nvidia teve alguns problemas de desempenho com o game (rodando com um framerate levemente mais baixo no modo DX12 do que no modo DX11). Já as placas da AMD tiveram ganhos de até 100% em seu desempenho médio.

Uma placa de vídeo AMD 290X de 320 dólares teve um desempenho muito próximo de uma Nvidia GTX 980Ti, que custa 650 dólares, sendo que utilizando a versão DirectX 11 do jogo, a 290X não chega a atingir nem metade do framerate conseguido pela GTX 980Ti.

A AMD tem perdido valor de mercado nos últimos anos e suas ações despencaram de por volta de 9 dólares em 2011 para 1,80 dólar nessa última semana. Isso se deve ao fato de que, embora seus produtos sejam competitivos nas faixas de baixo e médio custo, a empresa raramente possui algo que possa competir com as GPUs topo de linha da Nvidia ou com os CPUs topo de linha da Intel, tendo sido relegada à "opção econômica" por muitos anos. A última vez em que a AMD teve o domínio do mercado de GPUs foi no final de 2004, tendo sido ultrapassada pela Nvidia e ficado em segundo lugar desde então.

O desempenho inesperadamente alto das placas AMD em games que utilizam o DirectX 12 pode significar uma possível volta da empresa à briga, trazendo mais competição ao mercado.
Compart

Por: Mundo MS Inc.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.