Tweetar Post/Página

Sobre Auto / Artista plástico esquece coleção rara com 36 modelos do Chevrolet Corvette em garagem por mais de 25 anos

Carros foram comprados de carpinteiro que ganhou as unidades em promoção de canal de TV


A história é surreal. Em 1989, o canal VH1, principal concorrente da MTV, fez uma promoção que, provavelmente, é a maior já registrada envolvendo carros: sorteou uma coleção inteira de Chevrolet Corvette, com os 36 modelos produzidos desde o seu lançamento, em 1953. Eis que um carpinteiro de Long Island, Dennis Amodeo, venceu o concurso.

Sem grana para arcar com os impostos dos carros, Amodeo vendeu todos os modelos a um artista plástico de Nova York, chamado Peter Max. A princípio, o homem usaria as unidades do esportivo para uma exposição em que ele mesmo pintaria as carrocerias. Mas o projeto não andou e Max simplesmente largou os 36 modelos em uma garagem.

Agora, após longos 25 anos, esses Corvettes estão voltando à vida com uma ajuda da General Motors

Foto: Reprodução/AcidCow.com 


Segundo informações de jornais e sites norte-americanos, Peter Max foi convencido por amigos a vender sua coleção abandonada de Corvettes. Evidentemente, quase todos os modelos precisarão ser profundamente restaurados


Nas fotos é possível ver unidades raríssimas — há uma de cada versão lançada desde a estreia do esportivo, em 1953


A coleção de Corvettes é tão interessante que a própria General Motors está envolvida no processo de restauração



Especialistas da fabricante participarão ativamente da restauração, e os modelos posteriormente serão leiloados


O mais bizarro dessa história é que não se sabe exatamente o quanto recebeu o humilde carpinteiro da Califórnia


A única informação a respeito é de que Dennis Amodeo ganhou um montante "bastante compensador"


Segundo reportagem do Hemmings Daily, noticiário especializado em veículos clássicos, Dennis teria recebido de Max um montante de US$ 250 mil em dinheiro, mais US$ 250 em obras do artista plástico


Além desses valores, ficou acordado que Amodeo receberia um percentual caso os modelos fossem a leilão


É certo que o leilão das 36 unidades deve atingir valores estratosféricos (milhões de dólares)


Na época, o canal VH1 organizou uma maratona incomum que mobilizou todo o país


Para participar, era preciso fazer uma ligação telefônica com o custo de US$ 2 (menos de R$ 5)


Os registros apontam que mais de um milhão de norte-americanos se engajaram na disputa pelos Corvettes


Até hoje, não se tem registro de uma promoção na tevê dar de prêmio uma coleção tão rara de carros como esta


A última notícia que se tem é de que os modelos em breve voltarão às ruas, 100% restaurados


O interesse nos Corvettes de Peter Max surgiu em 2010, duas décadas após o artista receber a coleção


Um consultor e colecionador de Corvettes, Chris Mazzilli, conheceu Peter Heller. O rapaz se mostrou interessado em valores sobre as restaurações e logo Mazzilli percebeu que Heller falava da lendária coleção de Max


O plano de restaurar os modelos só surgiu em meados deste ano (2014)


Antes disso, em 2010, além de restaurar as 36 unidades, Peter Max falou em comprar os modelos atuais


A ideia era formar a maior coleção privada de Corvettes já registrada — mas o plano nunca saiu do papel


Peter Max acabou vendendo sua coleção de Corvettes a Chris Mazzilli e Peter e Scott Heller


E os rapazes já iniciaram os trabalhos de restauração dos esportivos


Confira a seguir mais imagens da coleção de Corvettes raros abandonada em garagem de prédio em Nova York


Coleção de Corvettes raros abandonados em garagem de prédio em Nova York








































Compart

Por: Mundo MS Inc.

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.