Tweetar Post/Página

7 coisas que Apple, Google e Facebook esperam dos profissionais



Apple, Google, Facebook e Twitter estão à caça de profissionais no Brasil. Juntas, elas oferecem 69 vagas destinadas a quem se mostrar capaz de enfrentar os desafios de trabalhar em algumas das empresas mais valiosas do mundo.

Além de locais de trabalho diferenciados, com ambientes agradáveis, elas atraem por regalias e chances de crescimento na carreira, que pode até se desdobrar para o exterior. Mas, passar na "peneira" não é para qualquer um.

Na opinião de Francis Nakada, consultor de carreira sênior da Produtive, empresa de recolocação profissional, candidatos a oportunidades como estas devem incorporar ao menos sete características básicas.

1. Atualizar-se

É importante manter-se sempre atualizado. “Companhias de tecnologia costumam ter uma dinâmica de funcionamento bastante peculiar, estando sempre abertas a mudanças e novas frentes de negócio. Por isso, é importante que o candidato se mantenha atualizado, realize cursos diferenciados, não só na sua área, mas em termos de negócios. Essas corporações valorizam profissionais que investem em conhecimento”, conta Francis.

2. Ter a cabeça aberta


“Por se tratarem de corporações com operações globais, espera-se que seus funcionários tenham mente aberta e possam se identificar com mundos diferentes daquele que vivem. Elas se preocupam se o candidato está aberto a novos comportamentos e culturas. Experiências no mercado internacional e vivências em outros países contam muito”, revela.

3. Contribuir para uma sociedade melhor

Além de competências profissionais, é interessante que o profissional queira ajudar a melhorar o mundo. “Grandes empresas valorizam pessoas que desenvolvem algum tipo de projeto social ou sustentável. É importante propor meios mais salutares para a sociedade”, explica.

4. Pensar diferente

“É importante que durante a entrevista, o candidato tenha discurso voltado à solução de problemas e pense de maneira diferente”, explica o consultor. Pensar na empresa como um todo, e não somente na área a que se propõe trabalhar, também pode ser uma boa alternativa.

5. Ter objetivos claros

Clareza sobre o que se busca é essencial. "O candidato deve ter segurança em relação ao que deseja em seu desenvolvimento de carreira, com objetivos profissionais bem definidos”.

6. Informar-se sobre a organização

Antes de ir à entrevista, é recomendável pesquisar o perfil de pessoas que trabalham na empresa e seus métodos de trabalho. “O candidato deve conseguir estabelecer a conexão entre o negócio e sua maneira de trabalhar”, aconselha.

7. Ir além na entrevista

Além do currículo, deve-se encontrar uma maneira de destacar a experiência profissional de forma objetiva e convincente. “O candidato deve transcender o currículo, encontrar formas diferentes de comunicar seu trabalho, tornando seu discurso mais tangível”. Essa é uma dica específica para etapas de entrevistas individuais. Apresentar desafios e resultados alcançados na carreira, por exemplo, facilita o entendimento do entrevistador.

Mas, fique atento: contenha o ímpeto da autopromoção e, por mais que a conversa flua bem, mantenha o clima na esfera profissional.
Compart

Por: Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.