Arca de Noé contemporânea para desastre natural é projetada

A energia que mantém o vilarejo flutuante vem do sol, do vento e das marés, enquanto que a água é coletada por meio de um sistema de captação. Segundo a Bíblia, muitos anos antes de Cristo, Noé recebeu mensagem de Deus alertando sobre o grande dilúvio: para sair dessa e salvar sua família e um casal de animal de cada espécie, ele teria que construir uma enorme arca. Foi o que ele fez. Em seguida, durante quarenta dias e quarenta noites, choveu! Crenças à parte, essa história inspirou Aleksandar Joksimovic e Jelena Nikolic, arquitetos da Sérvia, a projetar uma cidade flutuante: a Noah’s Ark. A ideia é instalá-la no meio de qualquer oceano, com muita segurança e para que seja autossustentável: resistente a desastres naturais e sem depender do resto do mundo. Para aumentar a estabilidade, várias “arcas” são interligadas por meio de cabos submarinos e todas teriam colunas presas com hastes flexíveis no fundo do oceano. Segundo os arquitetos, as laterais da ilha são suficientemente grandes – têm aproximadamente 64 metros – para proteger os moradores de fortes tempestades e até mesmo tsunamis. Mas, em caso de emergência, há um “Plano B”: os possíveis moradores poderão fugir para bolhas de ar gigantes que se localizam em túneis cobertos, não vulneráveis ao clima externo e à prova de enchentes. A energia que mantém o vilarejo flutuante vem do sol, do vento e das marés, enquanto que a água é coletada por meio de sistema de captação que se estende pela ilha inteira. Toda a estrutura do projeto voltada para o mar será revestida por coral artificial, que ao atrair vida marítima, estimula o aparecimento de novos ecossistemas. Noah’s Ark é harmonicamente dividida para reunir moradias, escritórios, áreas de plantio e de lazer e espaço para convivência e criação de animais. É um verdadeiro mundo paralelo! A ideia recebeu menção honrosa na competição de Skyscraper eVolo, de 2012 – assim como o projeto Rainforest Guardian, que também divulgamos no Blog da Redação.
Compart

Por: Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.