Tweetar Post/Página

Pussycat Dolls

Pussycat Dolls sl logo.png
PCD - DDWT.jpg


The Pussycat Dolls foi um grupo estadunidense de pop e R&B, fundado pelacoreógrafa Robin Antin. O grupo começou como uma trupe burlesca em 1995, em Los AngelesCalifórnia. Depois de atrairem atenção nacional, Robin Antin negociou um contrato com a Interscope Records, em 2003, e a trupe foi re-criada como um grupo musical em 2003 - contudo, a trupe burlesca não se findou -, compreendendo a vocalista Nicole ScherzingerMelody ThorntonAshley RobertsJessica Sutta,Kimberly Wyatt e Carmit Bachar. O grupo também possui diversos Reality Shows, uma casa noturna em Las Vegas, e outros empreendimentos supervisionados por Robin e seus parceiros.
Em 2004 elas gravaram o seu primeiro single "Sway", depois lançaram seu segundo single Santa Baby, exclusivamente para o Natal, as Pussycat Dolls alcançaram o sucesso mundial em 2005, com o lançamento do seu álbum PCD, que estreou em quinto lugar no Billboard 200, e lançou grandes hits como "Don't Cha", "Buttons" e "Stickwitu", esse último recebeu indicações ao GRAMMY Awards. Após a saída de Carmit Bachar, em Março de 2008, o grupo continuou como um quinteto, lançando o seu segundo álbum de estúdio, Doll Domination, em 23 de Setembro de 2008, que incluia os grandes hits "When I Grow Up","I Hate This Part" "Jai Ho! (You Are My Destiny)" e "Hush Hush; Hush Hush". Ao longo de sua carreira, o grupo vinha sendo criticado por ter uma imagem e rotinas de dança sexualmente explícitas[1] e pela ênfase excessiva da vocalista Nicole Scherzinger, que canta a maioria dos vocais principais e backvocais do grupo.[2]
Apesar de inúmeros rumores sobre o fim do grupo, devido a seu período de férias, Robin Antin confirma que o grupo voltará em 2010, com seu terceiro álbum de estúdio, e uma nova turnê. Entretanto, no dia 29 de Janeiro de 2010, Jessica Sutta revelou, através de uma entrevista dada à E!Online que ela não faz parte mais do grupo. No dia 26 de Fevereiro, em entrevista à UK LoadedKimberly Wyatt revelou não fazer mais parte do grupo e, assim como Jessica Sutta, está trabalhando em seu álbum solo. No dia seguinte, Ashley Roberts, também anunciou sua saída do grupo. Apesar dos intensos boatos de que Melody Thornton também divesse deixando o Pussycat Dolls, apenas no dia 22 de Maio de 2010, através de uma foto postada por Robin Antin, pode-se deduzir que a integrante original também deixou o grupo[3]. No lugar de Ashley Roberts, Jessica Sutta, Kimberly Wyatt e Melody Thornton ficaram Kherington Payne, Vanessa Curry, Rino Nakasone-Razalan e Jamie Lee Ruiz[4]. No entanto, Nicole revelou que decidiu abandonar o grupo para se dedicar inteiramente a sua carreira solo, não restando mais nenhuma Pussycat Dolls[5].

História

[editar]Trupe Burlesca

Da Esquerda para a direita Kimberly WyattJessica SuttaAshley RobertsNicole Scherzinger e Carmit Bachar, que na época era integrante do grupo.
Robin Antin começou a explorar a ideia de criar uma trupe burlesca em 1990, com sua amiga Christina Applegate.[6] A trupe de dança teve sua primeira performance em 1995. Durante esse período, elas se apresentaram com inúmeras cantoras convidadas, com um repertório dos anos 1950 e 1960 de forma pop, enquanto vestiam lingeries ou antiquadas fantasias pin-up. Elas eram presença garantida nas noites de quinta-feira na discoteca The Viper Room em Los Angeles, onde permaneceram de 1995 à 2001. A trupe era assunto principal da imprensa em Junho de 1999, quando, no mínimo, sete membros do grupo posaram para a Playboy. Três anos depois se mudaram para a discoteca The Roxy. A essa altura, o grupo já era conhecido internacionalmente e foi destaques em revistas, e em programas de televisão dos canais VH1 e MTV, onde realizaram campanhas de publicidade e cinema. Algumas das Pussycat Dolls apareceram em 2002 no filme As Panteras Detonando, dançando "The Pink Panther Theme". Elas também foram destaque no videoclipe de P!nkTrouble.
Juntamente de Applegate, Christina Aguilera e Carmen Electra (que era a vocalista do grupo em muitas apresentações) a trupe foi chamada para fotografar para a revista Maxmen, em 2002,[7] que aumentou o interesse público por elas. Após essa grande popularidade, e com a participação dos produtores musicais Jimmy Iovine e Ron Fair, as Pussycat Dolls foram recriadas, se transformando em um grupo de cantoras pop, e se tornaram funcionárias da Interscope Records. As únicas integrantes da trupe que continuaram após o processo de reformulação foram Carmit Bachar, Cyia Batten, Kasey Campbell, Ashley RobertsJessica SuttaKimberly Wyatt. Mais tarde, em 2003, Nicole ScherzingerKaya Jones e Melody Thornton foram selecionadas como vocalistas, atráves de uma audição, para completar a transição para um grupo musical. Quando foi perguntado a Carmen Electra sobre sua saída na evolução do grupo em um grupo pop, ela disse:
Eu fiz parte das Dolls por dois anos, e fiz cada show com elas, mas, financeiramente, eu não poderia fazer parte do novo projeto musical… Era um sacrifício que eu não podia fazer.
 
— Carmen Electra, [8][9]
Pussycat Dolls 2008.jpg

[editar]Pussycat Dolls Lounge

Paralelamente com o grupo musical, as Pussycat Dolls, em Abril de 2005 realizaram um show ao vivo, o "Pussycat Dolls Lounge", no Pure Nightclub, no Caesars Palace, os dois localizados em "Las Vegas Strip". Esse show ainda contém o estilo burlesco de 1995.
Uma antiga integrante da trupe "LA Dance", Rachel Sterling, participou do show em Las Vegas. O elenco inclui a vocalista Jamie Preston, Cindy, Hayley, James Darby, Amanda Nowak, Colby, Bridgy e Jamie Ruiz, do Pussycat Dolls Present: Girlicious, que também se juntou ao grupo. As antigas Dolls: Mallory,[10] Jen,[10]Loreli,[10]Victoria,[10]Rosa,[10]Marcea,[10]Rita,[10]Jessica Lea,[10]Rachel Sterling,[11] Laura Diane,[11]Laurel, Cindy[11]e Alicia, entre outras. O local é comandado pelo Pure Management Group, com Robin Antin tendo algum envolvimento, e aInterscope Records, que tinha algum interesse financeiro no grupo. As Pussycat Dolls fizeram aparições, como grupo musical, ocasionais no local. Em Fevereiro de 2007, o Caesars Palace abriu o "Pussycat Dolls Casino", localizado no Pussycat Dolls Lounge. O Casino possui um "estilo Doll" de decoração e vestuário para os funcionários e dançarinas. As Dolls retornaram para Los Angeles e o Viper Room em Novembro de 2008, faturando com o "Pussycat Dolls Lounge" nas noites de sexta e sábado. O show contou com as participantes dos reality shows, Chelsea Korka e Jamie Ruiz. Em 2010 foi transferido para o Paris Las Vegas.

[editar]Grupo Musical

[editar]2005: PCD

Em 2003, Nicole Scherzinger, uma antiga integrante do grupo vencedor do programa PopstarsEden's Crush, tornou-se a vocalista principal do grupo. A formação musical consistia, então, em Nicole Scherzinger, Carmit BacharKimberly WyattAshley RobertsJessica Sutta,Melody Thornton e Kaya Jones (Kaya abandonou o grupo logo após a gravação e aparição no vídeo musical de "Sway"). Os figurinos do grupo foram desenvolvidos com várias marcas e logotipos "PCD", que precedeu as vendas de roupas e outras mercadorias. Seu repertório foi expandido para incluir novas canções Pop/R&B, com vários produtores e rappers convidados, mantendo algumas canções de seu repertório anterior. Elas aparecem em duas trilhas sonoras para o cinema em 2004, O Espanta Tubarões e Dança Comigo?. Seu primeiro single foi "Sway", para a trilha sonora do filme Dança Comigo?, com um vídeo musical inspirado no filme.
Em 13 de Setembro de 2005, elas lançaram seu álbum de estréia PCD, que alcançou a 5° posição no Billboard 200.[12] O seu primeiro single, "Don’t Cha" foi um sucesso, alcançando o primeiro lugar em vários países, incluindo Reino UnidoAustrália e Canadá, atingiu o segundo lugar no Billboard Hot 100.[12]A canção é originariamente um cover de Tori Alamaze, e conta com a participação do rapper Busta Rhymes. O grupo ganhou o Billboard Music Awards na categoria "Hot Dance Club Play".
O álbum gerou mais seis singles. A balada "Stickwitu" entrou no Top 5 dosEUA[12]e, na Oceania chegou a mais de 70.000 downloads digitais, ganhando, dessa forma, disco de platina.[13] A canção foi a segunda do grupo a alcançar a 1° posição das paradas do Reino Unido.[14] Posteriormente, foi indicado para oGrammy como "Melhor Performance Pop por uma Dupla ou Grupo".
Seu terceiro single, "Beep", que teve participação do rapper will.i.am, obteve êxito e conquistou o 13º na Billboard Hot 100 e ainda foi número um em outros países. O próximo single, "Buttons", com o rapper Snoop Dogg é considerado um dos maiores hits da banda. Chegou ao 1º lugar nas paradas da Inglaterra, Austrália, Brasil e em outras mais ao redor do mundo. Sendo sucesso absoluto também nos EUA, onde alcançou a posição de número 3.
O single seguinte, "I Don't Need a Man", não foi bem sucedido, tendo alcançado a posição de número 93 na Billboard Hot 100, mesmo tendo chegado ao Top 10 naAustrália,[15] Irlanda,[15]Nova Zelândia[15]Reino Unido.[15]Seu sexto single foi "Wait a Minute", com participação do Timbaland, lançado em Agosto de 2006 nos EUA, tornou-se um hit mundial e alcançando posições no Top 40.
Em 2006, a companhia Doppelganger (junto com a Interscope Records) sediada em Los Angeles, lançou o "PCD Music Lounge", um site interativo. No final de 2006, as Pussycat Dolls participaram de um comercial para a Cingular Wireless, juntamente de Ludacris e KoЯn. O grupo foi selecionado para se apresentar na estréia da cobertura da NBA pela ABC. Em 2007 uma versão de "Right Now" foi usada como tema para a NBA, com modificações na letra. Um Megamix oficial de todos os singles de PCD foi lançado.[16]
Em 8 de Março de 2008, Carmit Bachar deixou o grupo, confirmando a notícia por um blog no site oficial do grupo. Elas se apresentaram para as tropas no Kuwait no "Operation MySpace". No show, elas cantaram todos os seus singles. Na ausência de Carmit, suas partes vocais agora são realizadas principalmente por Jéssica Sutta, e em alguns casos por Ashley Roberts e Kimberly Wyatt.

[editar]2008 - 2009: Doll Domination, tensão e boatos

Ver artigos principais: Doll Domination.
The Pussycat Dolls realizando concerto de abertura para turnê de Britney Spears em Abril de 2009.
O álbum estreou na 4° posição do Billboard 200, com 79.000 cópias vendidas em sua primeira semana, uma posição superior ao primeiro álbum do grupo, PCD, que estreou na 5° posição e vendeu 99.000 cópias em sua primeira semana de vendas, apesar do fato de Alex Vitoulis, da revista ACPM, declarar que estava decepcionado com a qualidade do álbum. Na sua segunda semana, o álbum caiu para 17° posição e, na sua terceira semana, na 30°. Ele ficou sete semenas no Top 100, em comparação ao PCD que ficou um ano. O álbum foi lançado mundialmente no dia 20 de Setembro de 2008 e nos Estados Unidos no dia 23 de Setembro de 2008, com faixas produzidas por Dr. DreTimbaland, The Clutch, Sean Garrett, Scott Storch, Darkchild, Fernando Garibay, Ryan Tedder, Mark Taylor, Taio Cruz, entre outros.
[editar]Lançamento dos Singles
Após uma breve pausa, as Dolls retornaram à cena musical em 27 de maio de 2008 com o single"When I Grow Up" - o primeiro lançamento de seu álbum, tendo Timbaland como produtor executivo do álbum.
Em 20 de Maio de 2008, as Pussycat Dolls apresentaram seu novo single pela primeira vez no programa Jimmy Kimmel Live e novamente, no dia 1 de Junho, no MTV Movie Awards.[17] Também se apresentaram na primeira tempordada de 2008 de So You Think You Can Dance A canção foi lançada no dia 27 de Maio de 2008. A Música chegou ao top 10 na maoria dos países,chegou ao número nove no Billboard Hot 100 americado, e número um no Billboard Hot Dance Club Play. A canção alcançou a sexta posição nas paradas britânicas. O videoclipe ganhou um "Video Music Award" na categoria "Melhor Dança em Clipe" no MTV Video Music Awards 2008.
O álbum gerou mais três singles:
  • Whatcha Think About That (Participação de Missy Elliott), foi lançado no dia 9 de Setembro, somente nos Estados Unidos. O clipe consiste nas Pussycat Dolls se preparando para fazer uma apresentação no "The Pussycat Dolls Lounge" trazendo de volta o estilo burlesco do grupo. "Darkchild Remix" é a versão da música usada no clipe. A canção atingiu 9° posição no Reino Unido.
  • I Hate This Part, foi lançado a partir de Outubro de 2008, atingiu o 1° lugar na Roménia, 2° na Bélgica e 3° na França. O single, foi lançado primeiro que "Whatcha Think About That" no Reino Unido, que foi lançado como terceiro single. A primeira performance da canção foi feita para "Wal-Mart Soundcheck", para o site da empresa. E na televisão, a primeira apresentação foi 15 de outubro no programa matutino australiano "Sunrise".
  • Bottle Pop foi lançado em Fevereiro. Inicialmente, a música era para ser lançado como o terceiro single. Contudo I Hate This Part conseguiu melhores colocações nas paradas do Reino Unido e dos Estados Unidos. Bottle Pop alcançou a 27° posição no iTunes Australiano, 14° no iTunes da Nova Zelândia e 59° no iTunes Alemão.
O lançamento de "Doll Domination 2.0" e "Doll Domination: The Mini Collection" geraram os singles:
[editar]Promoção & Divulgação
The Pussycat Dolls no show de abertura da Turnê "The Circus Starring: Britney Spears", em 16 de Março de 2009. (Foto por: compulsiveprep_8).
Elas realizaram uma apresentação cantando seus grandes hit: "Buttons" e "When I Grow Up", no "MTV Asia Awards 2008" realizado no Genting HighlandsMalásia e também emSingapura para "Singfest 2008", como parte de uma seria de apresentação internacionais de música. Além de Buttons e When I Grow Up, elas cantaram e dançaram Don't Cha e a dança solo "Show Me What You Got".
As Dolls fizeram uma apresentação no Royal Variety Performance 2009, em Londres, no dia 11 de dezembro. The Royal Variety Performance é um evento de gala realizado anualmente em um grande teatro britânico, para arrecadar fundos para o Entertainment Artistes Benevolent Fund. O show é realizado na presença de altos membros da família real e é considerada uma grande honra ser convidado para uma apresentação.[20]
[editar]Doll Domination: The Mini Collection
A rádio londrina Capital anunciou o lançamento do Doll Domination: The Mini Collection,[21] no dia 27 de Abril de 2009, no Reino Unido. É uma EP lançado exclusivamente para o Reino Unido que contém todos os singles de Doll Domination, "Jai Ho! (You Are My Destiny)", além das novas músicas "Hush Hush; Hush Hush" e "Painted Windows". O álbum estreou em 9° na UK Albums Chart.
"Jai Ho! (You Are My Destiny)" foi o primeiro single a ser lançado. Não foi divulgado nos Reino unido, mas conseguiu alcançar o 3° lugar no UK Albums Chart. Na Irlanda, chegou a 1° lugar.
"Hush Hush; Hush Hush" foi lançado como single no dia 12 de Maio de 2009. O vídeo foi filmado nos dias 5 e 6 do mesmo mês e conta com a participação de Perez Hilton eCarmen Electra.
[editar]Doll Domination 2.0
Nicole Scherzinger disse, em entrevista a revista de música Billboard, que as Dolls lançaria o álbum Doll Domination 2.0, para dar às pessoas chance de obter uma nova rodada de músicas.[22] Durante a preparação do álbum, foram lançado as músicas "Jai Ho! (You Are My Destiny)", Top of the World" e "Painted Windows". Além desses, a versão remixada de "Hush Hush" (agora, intitulado Hush Hush; Hush Hush realizado pela primeira vez, por Nicole Scherzinger, na Domination World Tour") e "Takin Over The World (We Love To Entertain You Mix)". O novo álbum contém canções do álbum original, Doll Domination, mas, com algumas alterações em algumas canções além de faixas inéditas.
A edição francesa do álbum foi lançado dia 14 de Abril de 2009. É o mesmo que o Standard Edition, mas, não apresenta a versão remixada de Hush Hush, contudo, contém as canções: "Jai Ho! (You Are My Destiny)", "Top of the World" e "Painted Windows"
A edição alemã do álbum foi lançado em 24 de Abril de 2009. Possui a maiora das faixas do álbum original, mas, também contém as faixas: "Takin Over The World (We Love To Entertain You Mix)", "Hush Hush; Hush Hush", "Top of the World" e "Painted Windows", totalizando 20 canções.
A edicação australiana apresenta apresenta uma linha de fluxo faixa lista de apenas 10 músicas, 6 a partir do original "Painted Windows", "Jai Ho! (You Are My Destiny)", "Top of the World" e "Hush Hush; Hush Hush". Lançado no mesmo dia da edição alemã.
Internation Version possui "Hush Hush; Hush Hush", "Painted Windows", "Jai Ho! (You Are My Destiny)" e "Top of the World", além de todas as canções de Doll Domination, exceto Who's Gonna Love You".[23]
"Top of the World" foi lançado no iTunes da América do Norte, em Fevereiro de 2009, como um single promocional, foi liberado apenas para as rádios, sem videoclipe ou qualquer outro tipo de divulgação. "Jai Ho! (You Are My Destiny)" foi o primeiro single de lançamento do álbum. "Hush Hush; Hush Hush" é o próximo single mundial lançado no dia 12 de Maio de 2009.
As Pussycat Dolls depois de dois meses de sua turnê, na Europa, voltou aos Estados Unidos para realizar o show de abertura para a turnê de Britney Spears, no "The Circus Starring: Britney Spears". Em 5 de maio, as Girlicious substituiram as Pussycat Dolls, nos shows realizados no Canadá. Durante isso, as Pussycat Dolls filmaram o videoclipe de Hush Hush; Hush Hush, e voltaram para a Europa e Austrália, para término de sua turnê, em 16 de Maio de 2009.
A ênfase em Nicole Scherzinger, nas canções "Jai Ho! (You Are My Destiny)" e "Hush Hush; Hush Hush", provocou polêmicas. Inicialmente, por que as ambas canções estava com (featuring Nicole Scherzinger and The Pussycat Dolls). Isso provocou rumores de que Nicole estaria deixando o grupo para seguir em carreira solo, apesar do insucesso de seus singles, "Whatever U Like" e "Baby Love", lançados e 2007 para o seu projeto solo, Her Name Is Nicole. Além disso, surgiram disputas dentro do grupo, pois, as demais "Dolls" estavam insatisfeitas com esses destaques dados à Nicole Scherzinger.[24][25][26][27][28]
A tensão tornou-se maior quando boatos afirmavam que o grupo iria acabar, após o término a turnê. As integrantes deram opiniões, mas, nâo tinha feito qualquer confirmação sobre os boatos.
Em 2 de Agosto de 2009, os boatos cessaram quando a fundadora do grupo, Robin Antin, finalmente, fez um anúncio em sua página doTwitter, onde dizia: "The Pussycat Dolls r NOT breaking up.... & IF they ever were, u would hear it from ME 1st, NOT GOSSIP…Album #3 on the way!",[29] ou seja, "The Pussycat Dolls não estão quebrando… Se isso acontecer, vocês saberão inicialmente por mim… 3° álbum a caminho".

[editar]2009 - 2010: Fim do grupo

[editar]Antecedentes
Em 24 de Setembro de 2009, foi anunciado que o grupo entraria de férias.[30] Durante uma entrevista à MTV, Melody Thornton disse: "Right now the Pussycat Dolls are on a break. It's actually a much-needed break. It's like when you're with your sisters for 24 hours a day and you need to take your own shower", ou seja "Agora, as Pussycat Dolls darão uma pausa. É realmente um pausa necessária. É como quando você está com seus irmãos 24 horas por dia e, você precisa ter um tempo próprio no chuveiro",[31] e disse ainda, que as Dolls voltará com um novo trabalho.
Atualmente, as Pussycat Dolls estão de férias, enquanto gravam o terceiro álbum. Cada integrante, estão trabalhando em seus próprios projetos, incluindo Kimberly Wyatt, que está trabalhando em vários programas de TV no Reino Unido, além de desenvolver o material de gravação de seu álbum solo. Melody, está trabalhando com vários artistas, com intuito de lançar um álbum solo, inclusive, apareceu no videoclipe de "Slow Dance", single da cantora e compositora americana de R&BKeri Hilson. Nicole Scherzinger, retornou ao trabalho em seu álbum solo, que está sendo reformulado e iniciado do 0, e deve ser lançado antes do terceiro álbum das Pussycat Dolls.
Em 12 de Outubro de 2009, Kimberly deu aos uma prova do que era as Pussycat Dolls. Ela disse que o grupo foi construído como um espetáculo da Broadway em que Robin Antin, fundador do grupo, traz novos membros e que o grupo irá continuar, mesmo que algumas pessoas o deixar - fazendo alusão aos boatos da carreira solo de Nicole Scherzinger. Ela ainda afirmou que relatos dizendo que as integrantes do grupo estaria se dividindo poderia ser verdade, dizendo ainda, que não tinha certeza que permaneceria no grupo, o que deu mais incertezas sobre o futuro do grupo.[32] Posteriormente, Kimberly Wyatt deu uma entrevista à Chris Younie, da The Hits Radio, e confirmou oficialmente, sobre a situação do grupo, dizendo que "não há planos para um próximo álbum". Disse que a marca "Pussycat Dolls" sempre existirá e, ainda: "Acho que as Pussycat Dolls foi criada como uma marca, e sempre será assim. Aconteça o que acontecer, as Pussycat Dolls sempre está por perto". Quando questionada sobre a sua permanência no grupo, Kimberly disse que ela e as outras Dolls estâo trabalhando em seus trabalhos solos agora.[33]
Robin Antin disse algumas informações sobre o próximo álbum, que poderia ser lançado mais cedo do que o esperado, dizendo que as meninas não estão se separando, embora todas sejam substituíveis.
Cquote1.svgNão existe nenhuma possibilidade das Pussycat Dolls chegar ao fim. É um grupo feminino, então as pessoas estão sempre falando que vai terminar, tem gente no grupo que sabe onde quer estar e onde quer ir. E eu aprecio e as respeito por isso porque elas estão conosco há muito tempo. A verdade é que eu tive várias meninas nas Pussycat Dolls ao longo dos anos, o que muita gente não sabia, antes da banda. Se meninas querem sair e fazer algo, é fácil pra mim achar outras garotas. Meu lema é ‘por trás de toda mulher há uma pussycat doll’. Sei que vou fazer com que todas se sintam uma Pussycat Doll. Essa é a beleza do que eu tenho, uma marca que é maior que todas nós.[34]Cquote2.svg
— '
Robin ainda comentou que as meninas estão trabalhando agora:
Cquote1.svgEstamos trabalhando com música no momento. Esperamos ter um single lançado muito em breve. É difícil dizer quando, mas será em breve. Eu queria que fosse nos próximos meses. Esperamos que seja até o final do ano, que foi o que nós conversamos ontem. Nós temos a Nicole voltando pro estúdio e temos todas as músicas para o novo cd, que vai ser uma nova rodada de músicas ótimas.[34]Cquote2.svg
— '
Em Dezembro, Kimberyl Wyatt, mais uma vez, falou o que estava acontecendo com o grupo para o site Digital Spy. Ela confirmou relatos prévios de que ela estava nos estúdios de gravação trabalhando em seu álbum solo. E que, ela não sabia o que estava acontecendo atualmente com o terceiro álbum do grupo. E declarou: "os fãs devem esperar novos rostos". Ela descreveu seu papel no grupo, afirmando de que alguma maneira estaria envolvida, seja com o grupo em si, ou na elaboração de coreografias ou na direção.[35]
Dias depois, Robin Antin, apareceu no The Wendy Williams Show, para promover seu novo DVD de fitness. Williams aproveitou a oportunidade para entrevistar Robin e, pediu para que ele esclaressece os rumores que existem sobre o fim do grupo. Robin declarou: "As Pussycat Dolls, não acabou. Na verdade, estamos nos preparando para fazer novas músicas.". Disse que Nicole Scherzinger não deixou o grupo, entretanto, afirmou que ela trará algumas caras novas para o grupo e que, alguns membros, estão deixando o grupo para seguir carreira solo. Declarou ainda que "a marca é sobre o poder feminino. Dentro de ada mulher há uma Pussycat Dolls esperando para sair. Existem milhões de mulheres por aí que gostaria de ser uma Pussycat Dolls. Eu quero trazer essas novas caras".[36][37][38][39] Além disso, Jessica Sutta anunciou algum tempo dias atrás, que está trabalhando em canções para seu álbum solo.[40][41][42][43][44]
Em Janeiro de 2010, Kimberly Wyatt foi novamente entrevista pelo jornal britânico News of the World, onde foi questionada sobre o drama vivido pelo grupo. O jornal afirma que Melody Thornton e Kimberly Wyatt foram despedidas do grupo devido ao "confronto com Nicole Scherzinger".[8] Kimberly disse que não gostava da preferência que Nicole Scherzinger sempre teve, incluindo, transporte individual em vez de estar junta com as demais garotas no ônibus da turnê, a solicitação de seu próprio camarim, enquanto as demais compartilhavam um camarim durante a última turnê,[9] além disso, Kimberly disse que estava farta de nunca ter oportunidade de mostrar seu talento vocal, declarando: "Não é verdade em tudo que só um de nós sabe cantar. Todos no grupo tem uma voz bonita. Nós são não tivemos oportunidade de mostrar isso.".[8] A gota d'água veio quando foi anunciado que mudanças seriam feitas no grupo. Kimberly revelou que ela tinha falado com Melody, Ashley e Jessica sobre um projeto rival as Pussycat Dolls:[8]
Nós estamos procurando formas de continuar trabalhando juntas. É o que todas querem. Mas, quando fazemos isso não estamos autorizados a chama-lo de 'Pussycat Dolls'. Agora há uma controvérsia! Eu não falei com nicole sobre isso. Ela está muito ocupada trabalhando em sua carreia solo.
 
— Kimberly Wyatt, [8][9]
Uma declaração oficial detalhado sobre as mudanças, não serão feitas, até Nicole Scherzinger lançar seu álbum solo.[8]
No dia 29 de Janeiro de 2010, Jessica Sutta, em entrevista à E! Online, revelou que saiu do grupo.[45] Ela disse que lesionou a costela durante a turnê com o grupo e, então, foi mandada para a casa. Contudo, Jessica disse que não tinha para onde ir, pois, estávam em turnê e não tinha lugar para ficar. Jessica diz que foi acolhida por amigos, e disse que se sentiu "deixada de lado", mesmo ter feito tanto pelo grupo. Ela revelou, que durante a turnê que as Pussycat Dolls realizaram com a Britney Spears, todas as Dolls realizaram testes regulares de drogas, mas Nicole Scherzinger não o fez, ressaltando o tratamento preferêncial dado à Nicole.[45] Jessica disse que a "gestão" de Nicole Scherzinger, como líder do grupo, foi precoce; segundo ela, Nicole controlava até o tempo em que as câmeras filmavam as demais Pussycat Dolls, em seus videoclipes. Em entrevista à revista 'InStyle', ela revela:
Me sentia como uma simples dançarina, Nicole estava sempre no centro, era a vocalista. Nicole era uma estrela e queria ser tratada como tal. Era o mundo de Nicole, estávamos só vivendo dentro dele.
 
— Jessica Sutta, [45][46]
Em 26 de Fevereiro de 2010, Kimberly, assim como Jessica Sutta anunciou a sua saída do grupo. Ela tomou essa decisão anteriormente, mas, só agora, resolveu anunciar oficialmente em entrevista à revista "UK Loaded". Kimberly revelou que saiu do grupo, por que não se sentia feliz com sua posição, afirmando:
"Eu desejo que o grupo mude, por que, eu amo o que fazemos no palco. Eu amo ser uma Pussycat Dolls... Mas, eu não podia mais fazer isso". Ela ainda disse que "O Dinheiro e a Fama não podem comprar felicidade. Finalmente, eu acho que a felicidade é a coisa mais importante na vida e acho que eu comecei a me conhecer mais e mais. Eu não acho que a minha felicidade esteja dentro do grupo agora"
 
— Kimberly Wyatt, [47]
.
No dia 27 de Fevereiro de 2010, Ashley Roberts anunciou que ela saiu do grupo através de seu site: "Sim, eu deixei as Pussycat Dolls... Eu amo muito todos vocês! E sou grata pelo amor que vocês tem por mim."[48]Melody Thornton, comentou que estava gravando músicas solos, sem as Dolls, entretanto, não confirmou sua saída do grupo. Robin Antin ainda não falou nada sobre elas no grupo, se estão ou se saíram, apenas comentou que Nicole Scherzinger continua como líder das Pussycat Dolls[49].
[editar]Nova Formação
No dia 4 de Março de 2010Nicole Scherzinger, confirmou à MTV que ela vai continuar com as Pussycat Dolls, e lançará seu álbum solo no final desse ano. Nicole disse que ela está em estúdio gravando canções, completando: "Eu não sei se vou lançar canções em meu nome, ou, em nome do grupo. Não importa. O que eu realmente quero é fazer grandes músicas para os fãs". Na entrevista, Scherzinger revelou que o novo álbum das Pussycat Dolls deve ter um som mais pop rock inspirado no soul[50].
No dia 22 de Maio de 2010, foi divulgada por Robin Antin, a fundadora do grupo, uma foto de Nicole Scherzinger com outras quatro garotas (Kherington PayneRino NakasoneVanessa Curry e Jamie Ruiz), que supôs-se ser a nova formação. Eram, na verdade, apenas dançarinas que se apresentaram uma única vez com a líder do grupo no Pussycat Dolls Lounge, em Las Vegas. Menos de um ano depois, em 17 de Março de 2011, Robin anunciou oficialmente via Twitter que faria audições para selecionar novas integrantes do grupo, marcadas para o dia 29 de Março de 2011[51][52].

[editar]Discografia

 Ver página anexa: Discografia de The Pussycat Dolls

[editar]Álbuns de Estúdio

[editar]Coletâneas

[editar]EPs

[editar]DVDs

[editar]Singles

[editar]Prêmios e Indicações

Em cinco anos de existência, as Pussycat Dolls venceram 10 prêmios da música, levando para casa 3 prêmios da Billboard Music Awards, 2 da MTV Video Music Awards e 2 da TMF Awards. Além disso, as Dolls foram indicadas em 24 categorias em 12 premiações da música.

[editar]Integrantes

  • A partir de 2005, Nicole Scherzinger preparou sua estréia com "Her Name Is Nicole" entre julho e dezembro de 2007, lançou quatro singles solo. Nenhuma das canções de Nicole conseguiram alcançar uma posição nas paradas musicais, exceto "Baby Love" que foi bem sucedido no Brasil e na Europa. Nicole fez participações em single de vários cantores. Em Abril de 2009, o projeto de lançamento de "Her Name Is Nicole" foi arquivado, Nicole fará trabalhos como as anteriores colaborações em canções de will.i.am e Timbaland, assim como fez com A. R. Rahman e Lady GaGa..[22]Em dezembro de 2009, ela trabalhou como jurada de um reality show, "The Sing-Off", uma competição de músicas a capella por um prêmio em dinheiro e um contrato com uma gravadora. No final da série, ela cantou "You Don't Own Me", com o finalistas do concurso.
  • Rino Nakasone-Razalan: Foi dançarina de Gwen Stefani[4] e do grupo de dança japonês Harajuku Girls.[54]
  • Jamie Lee Ruiz: Participou do programa Pussycat Dolls Present: Girlicious[4] e do DVD de dança Robin Antin's Pussycat Dolls Workout.[55]
  • Kherington Payne: Participou do programa "So You Think You Can Dance?".[4][56]
  • Vanessa Curry: Foi dançarina do Pussycat Dolls no início do grupo, enquanto ele ainda era apenas uma trupe burlesca.[4] Também trabalhou como líder de torcida do Los Angeles Lakers e namorou um de seus jogadores: Kobe Bryant.[57]

[editar]Ex-Integrantes

  • Ashley Roberts foi a primeira a dizer a midia , que o grupo havia se desfeito, mas produtores afirmaram que nada era certo. Ashley não confirmou nenhum projeto de álbuns solo.
  • Jessica Sutta saiu do grupo, oficialmente, no dia 29 de Janeiro de 2010, quando, através de uma entrevista à versão online do E! Entertainment Television revelou, que não fazia mais parte do grupo. Entretanto, durante seus 9 anos no grupo, Jessica fez uma participação na música "White Lies" de Paul van Dyk e "Make It Last" de Dave Audé. White Lies alcançou a 1° posição na Billboard Hot Dance Airplay Chart em Agosto de 2007. "Make It Last" chegou a 1° posição do "Billboard Magazine Hot Dance Club Play" em 22 de Setembro de 2007. Estes singles fizeram de Jessica, na época, a Doll mais bem sucedida em trabalhos solos, ao lado de Nicole Scherzinger que tem participação no single "Come To Me" de Diddy. Recentemente, Jessica lançou um single de seu álbum solo i wanna be bad'.[40][41][42][43][44]
  • Kimberly Wyatt apareceu no reality show da VH1, "Celebracadabra", e durante as férias das Pussycat Dolls, viajou à Londres, no Reino Unido, onde participou de oficinas de dança, e participou como jurada de uma competição de dança da rede de televisão Sky1. Em Dezembro de 2009, ela revelou que está preparando um álbum solo, que tem influência da música eletrônica. ABaby Bash, compositor. E revelou queté agora, ela tem trabalhando com Paul Wall, rapper e produtor de R&B, e esta tentando negociar uma chance de trabalhar ao lado da produtora, cantora e compositora de hip-hop Missy Elliott, que participou do single "Whatcha Think About That". Em Março de 2010, ao lado do rapper anglo-brasileiro Aggro Santos, Kimberly lançou seu primeiro single, Candy, que alcançou a 5° posição das paradas britânicas e 44° na parada Irlanda.
  • Em 2007, Melody Thornton fez participação na canção "Go Too Far" de Jibbs. Atualmente, Melody trabalhando em diversos projetos diferentes. Ela apareceu no videoclipe do single "Slow Dance", de Keri Hilson, lançado em 2009 nos Estados Unidos. Ela fez backing vocal em duas canções do produtor Timbaland, em seu segundo álbum Shock Value II. Assim como Nicole Scherzinger e as demais Pussycat Dolls, Melody revelou à BET que está trabalhando em seu álbum solo, durante as férias das Pussycat Dolls.
  • Carmit Bachar integrante do grupo desde 1995, anunciou sua saia no site oficial do grupo, com a seguinte mensagem: "Queridos fãs do PCD, Eu queria ser a primeira a contar a vocês que eu não estou mais nas Pussycat Dolls, mas nós vamos sempre ser irmãs! Obrigada a todos os fãs dedicados pelo o seu apoio e amor indondiconal! Boas notícias estão por vir e prometo deixar vocês todos atualizados!".Hoje esta em carreira solo, com vários singles como "camasutra", "cream".

[editar]Turnês

Ver artigos principais: PCD World Tour e World Domination Tour.
The Pussycat Dolls na "World Domination Tour", em San Jose, Califórnia. Da esquerda para direita Melody ThorntonJessica Sutta,Nicole ScherzingerKimberly Wyatt e Ashley Roberts (Foto por: Peter Salanki).
Em 2006, as Pussycat Dolls apresentaram vários shows na América do Norte, na Europa, nas Filipinas e na Malásia, abrindo os shows do grupoBlack Eyed Peas.
De novembro de 2006 até janeiro de 2007, as Dolls apresentaram-se naIrlandaIrlanda do Norte e na Inglaterra junto com a cantora Rihanna. Em 2007, as Dolls fizeram turnê pela América do Norte. Em Outubro, do mesmo ano, se apresentaram na Finlândia e na Noruega.
Em 19 de Janeiro de 2009, elas iniciaram a turnê do álbum Doll Domination em Aberdeen, Escócia, a turnê tem abertura de Ne-Yo e Lady GaGa.[58]
De 3 de Março a 2 de Maio, as Pussycat Dolls entraram em turnê para abrir os shows de Britney Spears, pela América do Norte. Do dia 16 de Maio à 30 do mesmo mês, farão apresentações com Lady GaGa pelaOceania e a Ásia..[58]

[editar]Outros Empreendimentos

[editar]Séries de Televisão e Reality Shows

Em Abril de 2006, o jornal "The New York Times" relatou que os executivos da Interscope estavam trabalhando na produção de uma série televisiva, supervisonada pelos mesmo produtores de "America Next Top Model" e "MCG", além do diretor do filme "Charlie Angels". O show, intitulado "Pussycat Dolls Present: The Search For the Next Doll", procurava uma nova integrante para o grupo. O programa estreou no "The CW Television", em 6 de março de 2007. Estreou na Austrália de no Reino Unido no dia 1 de Abril. A vencedora foi Asia Nitollano, entretanto, ela decidiu seguir carreira solo. Robin Antin e Ron Fair selecionaram a finalista Chelsea Korka, de Londres, para se juntar a um novo grupo:Paradiso Girls.
A segunda temporada do programa estreou em 18 de fevereiro de 2008, intitulado "Pussycat Dolls Present: Girlicious". Diferentemente da série anterior, que tentou encontrar um novo membro, a segunda série teve o foco de formar um trio feminino chamado "Girlicious". No entanto, sobre a mostra final, que foi revelado que Girlicious seria um quarteto.[59][60]
A CW confirmou que a série não iria retornar para uma terceira temporada, devido aos baixos índices de audiência.

[editar]Jogos Eletrônicos

A canção "Don't Cha" foi regravada para ser inclusa no jogo "The Sims 2: Bichos de Estimação". Além disso, apareceu em também no "Asphalt: Urban GT 2" em novembro de 2006.
Surgiram rumores que a IGN, estaria desenvolvendo um jogo de RPG ligado ás Pussycat Dolls. As Pussycat Dolls também têm uma relação com vSide, um mundo virtual em 3D. Cada uma das Dolls possui seu avatar.

[editar]Merchandising & Produtos

Em 2006, a Interscope Califórnia BandMerch contratou uma empresa para distribuição de uma gama de mercadorias, incluindo roupas e outros itens, ligadas atráves do site oficial do grupo.
De acordo com o site CCFC (Compaign for a Commercial Free Childood), a Interscope e a fabricante de brinquedos Hasbro, em 2006, tinham planos para uma linha de bonecas inspiradas nas Pussycat Dolls, destinada a crianças de seis à nove anos de idade. Contudo, a CCFC acabou com os planos da empresa alegando, juridicamente, que as bonecas derivam de um conteúdo impróprio para as crianças, devido às letras das música, videoclipes e shows[61].
Também houve negociações com a Estée Lauder para lançamento de uma linha de cosméticos. E em, 2009, as Pussycat Dolls lançaram, nos Países Baixos a "Pussycat Dolls Star Collection" - uma linha de sapados fabricados pela vanHaren.
Em 2010 foi gravado um comercial feito por Nicole Scherzinger para a rede de lojas C&A, onde lança sua coleção de lingeries, joiás e acessórios. No comercial, ela canta a música I Don't Need a Man, do álbum PCD, de 2005

[editar]Problemas & Controvérsias

  • Em 2006, o grupo enfrentou problemas com as autoridades em Kuala Lumpur, capital da Malásia, devido a suas danças sexualmente explícitas. As apresentações que fazem parte do World Domination Tour, não foram bem recebidas no país muçulmano que desaprovou o grupo devido ao seu vesturário, danças e canções sexualmente explícitas. Segundo Abdul Rhaman, do Conselho Municipal de Subang Jaya, as "As Pussycat Dolls são culpadas de comportamento sexualmente indecente no palco". O grupo junto com a Absolute Entertainment, responsável pela organização do evento no país, foi multada em US$3.000 dólares pelo incidente.[62][63][64]
  • Margeaux Watson, crítica da Entertainment Weekly, criticou muito o grupo, logo que Doll Domination foi lançado, devido a excessiva presença de Nicole Scherzinger no grupo. Ele disse que "existem dois tipos de grupos femininos: aqueles liderados por superstars (como a Destiny's ChildThe Supremes, etc), e aqueles feito por pessoas carismáticas (como as Spice Girls). As Pussycat Dolls não são nem um, nem outro". Além disso, ele salientou "não seria Nicole Scherzinger a Beyoncé Knowles" e que muitas pessoas não sabem nem o nome das outras integrantes.[65]
Compart

Por: Multimidia Info

Navegue pela Data e encontre as Matérias em Ordem Cronológica.